Logo Imidiata Comunicação

Artigos / Novembro, 2021

Saiba como montar o funil de marketing para sua empresa

Entenda como aplicar o funil de marketing na hora de criar conteúdo, tanto para o orgânico, quanto para anúncios!


Como aplicar o funil de marketing no conteúdo

O funil de marketing é baseado na jornada de compra do cliente, construído a partir de várias etapas e gatilhos mentais, sendo indispensável para uma estratégia digital.

Se você quer criar um relacionamento com os clientes, gerar autoridade de marca e aumentar as suas vendas, precisa entender como aplicar o funil de marketing na hora de criar conteúdo, tanto para o orgânico, quanto para anúncios. Vem com a gente!

 

O que é funil de marketing?

Ao contrário da publicidade feita no passado, o objetivo do marketing é colocar a necessidade do cliente no centro de tudo. A venda do produto ou serviço é apenas uma consequência – claro, a maior meta do negócio – de um trabalho de marketing efetivo.

A oferta da solução ao consumidor deve ser natural, sem a prática de interrupções que incomodam o consumidor. Logo, o funil de marketing separa as etapas do processo de atrair, entender a necessidade do cliente e fornecer informações que criem identificação.

A estrutura do funil, tanto o real, quanto a ferramenta de marketing, se constitui de um topo maior que vai estreitando até formar uma ponta pequena no fundo.

 

Topo de Funil (ToFu)

Aqui seria uma espécie de recepção, já que é onde os visitantes passam a entender quem você é. É a fase de aprendizado e descoberta na qual o lead procura por conteúdos informativos.

Pense assim: os visitantes chegam no topo e você tem que ajudá-los a descer até o fundo, por meio do relacionamento. Logo, por ser uma área de grande volume, é interessante que os temas sejam mais generalizados, com linguagem clara.

Nesse caso, você não falará do seu produto, serviço ou mesmo da sua empresa diretamente, mas levará informações úteis aos leitores a respeito da área de atuação que sua empresa domina com bastante propriedade.

Não há necessidade de falar sobre como seu produto é eficiente em todos os posts publicados. Com conteúdo de qualidade, o consumidor é impactado naturalmente.

 

Meio do funil (MoFu)

Agora sim você pode vender seu peixe!

O meio de funil trata duas etapas da jornada de compra: reconhecimento do problema e consideração da solução.

No topo do funil há um grande número de possíveis consumidores, mas nem todos vão se interessar pelas suas soluções.

Uma estratégia interessante nesta etapa é disponibilizar testes grátis para o cliente conhecer melhor aquilo que você vende ou então, um diagnóstico prévio.

E claro, pelo fato do potencial consumidor estar analisando sua empresa, é importante a disponibilização de estudos de caso e avaliações de clientes atuais.

 

Fundo do funil (BoFu)

Até o meio do funil, os seus conteúdos deixarão em evidência o problema e as possíveis soluções. Agora que chegamos no fundo, é hora de apresentar o que a sua empresa tem a oferecer.

As técnicas que incentivem o lead a conhecer as suas soluções ainda incluem a apresentação de casos de sucesso, junto às chamadas para ação. Só é preciso ter cuidado com sua comunicação em redes sociais, pois o consumo está diferente e rejeita conteúdos que desejam apenas vender.

Sim, o grande objetivo de tudo é a conversão, mas o caminho até ela não é mais comercial.

Saiba quais das plataformas conversam bem com seu negócio e invista no que deixou de ser um diferencial, o marketing digital, que com todas suas vertentes, é uma NECESSIDADE PARA EMPRESAS que querem ser reconhecidas e vender ainda mais.

A sua empresa precisa estar preparada para competir pelo seu espaço num universo em que o marketing digital e de conteúdo se renovam e novas marcas nascem diariamente.

Continue lendo sobre como atingir todo o potencial do seu negócio no post O poder de encontrar o Tom de Voz da sua marca.  

Acompanhe a gente nas mídias sociais: Instagram / Facebook / Linkedin / Behance.