Logo Imidiata Comunicação

Artigos / Fevereiro, 2022

Top 10 erros comuns em fanpages

Estar presente nas redes sociais é essencial para as empresas, diante de um mundo cada vez mais digital, por isso é fundamental ter uma fanpage no Facebook.



Estar presente nas redes sociais é essencial para as empresas, diante de um mundo cada vez mais digital, por isso é fundamental ter uma fanpage no Facebook.

No Brasil o número de usuários só cresce, aliás o país já ocupa a 3ª posição no ranking com maior número de usuários de redes sociais, ficando atrás apenas da Índia e Estados Unidos respectivamente. Especificamente no Facebook o país ocupa a 4ª colocação, com mais 150 milhões de usuários brasileiros ativos, ficando atrás da Índia, Estados Unidos e Indonésia. Aliás o Brasil é o mais ativo, com muitas páginas e interação. O tempo em média que os usuários permanecem conectados chega a 3 horas e 42 minutos por dia.

Mas para manter uma fanpage de sucesso é necessário ficar atento às estratégias para não cometer alguns erros. Por isso vamos listar aqui os principais erros que podem prejudicar a imagem da empresa, afastar clientes e prospects, comprometer resultados das ações e engajamento. Confira!


 

1. Ter um perfil para empresa e não uma página

Um erro muito comum e facilmente perceptível, é a criação de um perfil para a empresa, ao invés de página, como se fosse uma pessoa física. Mas é preciso entender que o perfil não oferece tantos atrativos como a fanpage, afinal com ela, os usuários podem curtir e explorar mais possibilidades. E para a empresa oferece estatísticas internas para observar o engajamento dos usuários.

Como o nome diz, fanpage é uma página para os fãs voltadas para empresas e personalidades, onde os usuários podem seguir e acompanhar tudo sobre a marca ou pessoa. Além disso, é proibido pelo Facebook que uma empresa crie um perfil empresarial, podendo inclusive ter a conta deletada.

O correto é criar uma fanpage e aproveitar todas suas vantagens.

 

2. Não ter uma persona

Para uma boa comunicação em todos os canais digitais é preciso saber direcionar ao público ideal, ou seja, para criar laços, alcançar melhores resultados é imprescindível criar uma persona, a representação fictícia de público para a marca. Assim é possível oferecer informações relevantes e interessantes para essas pessoas que acompanham a marca ou que busquem esses produtos ou serviços e alinhar o conteúdo às expectativas delas.

 

3. Criação de conteúdos inconsistentes

É necessário analisar público, segmento e com essas informações então definir um cronograma do que será publicado e manter conteúdos relevantes para o público. Mas se isso não acontecer, o algoritmo do Facebook pode entender que não há constância de conteúdo e essa falta de programação e publicações prejudicaria o engajamento.

 

4. Frequência e Constância

Como falado acima, é importante manter postagens interessantes na fanpage, ou seja, constância, assim como a frequência também é determinante.

A constância é uma das formas de alcançar o sucesso com conteúdo orgânico (não pago) e a frequência implica em quantos conteúdos de qualidade é possível produzir com maior regularidade.

A questão é não exagerar na frequência de posts, mas também se manter constante, não deixando de postar por muito tempo. Então é importante não causar uma avalanche de posts, o excesso na timeline do seu seguidor pode desagradá-lo e ele pode até deixar de seguir. Já a ausência pode gerar o esquecimento, o “quem não é visto não é lembrado”.

Ou seja, é preciso gerenciar a fanpage para ter o melhor dela. É melhor ter qualidade do que quantidade. Levar 5 conteúdos interessantes por semana, do que 6 posts aleatórios por dia. Evite ser chato! Seguir um cronograma, estabelecendo assuntos, datas e horários previamente e manter esse planejamento organizado.

 

5. Não variar o horário das postagens

Os tais “horários quentes” existem, são aqueles horários ideais para as postagens. No entanto é necessário analisar bem se os horários atendem a todos que curtem a fanpage e seu segmento.

Ou seja, é importante entender que cada público tem um horário diferente, levando em consideração seu comportamento e perfil, então para ser mais assertivo é necessário variar o horário das postagens, é inclusive interessante observar e identificá-los.

 

6. Não inserir suas informações e links essenciais

Inserir referências dentro da fanpage é muito relevante, encaixando inclusive links para o blog/site. Porém esse é um dos erros mais comuns de algumas empresas, em não acrescentar nada na área indicada para essa caixa de informações, o que pode impactar negativamente nos resultados, além de perder a oportunidade de exploração da audiência.

 

7. Não utilizar todos os recursos que a ferramenta oferece

As fanpages do Facebook possuem vários recursos para facilitar seu gerenciamento, no entanto a falta de conhecimento ou mesmo ignorá-los é um grande erro. Ferramentas como:

Facebook Insights – oferece relatórios para acompanhar dados relacionados aos usuários da rede social, permitindo conhecer mais seu público-alvo e verificar o desempenho da fanpage, mostrando como a audiência está interagindo. Com essa ferramenta é possível coletar informações úteis, elaborar estratégias para melhorar o desempenho nos negócios e aumentar engajamento.

Estúdio de Criação – permite agendar publicações, deixando posts programados para que sejam publicados automaticamente, conforme cronograma. As postagens podem inclusive também serem direcionadas para a conta no Instagram sincronizada.

Meta Business Suite – um aplicativo, que permite direto do smartphone o gerenciamento de todas as contas conectadas de Facebook e Instagram, além de permitir programar posts e até stories, também disponibilizar respostas automáticas, entre outros.

Esses são exemplos de algumas das muitas ferramentas, que irão ajudar a manter o gerenciamento da fanpage e a presença digital da empresa.

 

8. Não realizar monitoramento da fanpage

Não monitorar os resultados da fanpage, observando seus relatórios e números pode afetar o engajamento.

Afinal ao monitorar as informações da página, é possível verificar dados das postagens, conversões de anúncios e a demografia dos seguidores, por exemplo.

 Ou seja, com o monitoramento é possível descobrir qual publicação gera mais comentários e compartilhamentos, para assim definir os melhores formatos, melhores dias e horários para as postagens, melhores conteúdos, entre outros fatores que ajudarão a fanpage a se adequar a seu público.

É muito importante ficar de olho nas métricas de desempenho, acompanhar e medir as reações de seus seguidores e as entender melhor, ajudando a verificar porque alguns conteúdos não engajam.

Com a falta de monitoramento não há como saber se as estratégias pensadas inicialmente estão chegando ao resultado esperado. Acompanhar a fanpage deve ser uma prioridade.

 

9. Não investir em anúncios patrocinados

Os anúncios patrocinados são uma ótima oportunidade de mercado, mesmo com verba limitada. Nesses anúncios é segmentado o público e com a ajuda de textos e imagens específicas chegar ao público-alvo.

Isso porque, recorrer apenas a anúncios orgânicos, o alcance é menor, torna o crescimento da página muito lento e muita demora nos resultados. 

Investir em anúncios pagos acelera todo o processo e com o tempo esse investimento vai retornando e fazendo com que as vendas aconteçam mais rápido.

 

10. Não interagir com os seguidores

Parece improvável, mas algumas empresas cometem esse erro de não interagirem com seus clientes e seguidores, apesar do Facebook ser uma rede social, isto é, não faz o menor sentindo não responder e não ser sociável.

A interação pode acontecer de diversas maneiras, seja por elogios, críticas, dúvidas ou sugestões, via comentários, mensagens privadas ou marcando a fanpage em algum post. E isso pode gerar insights interessantes para a empresa, por isso responda o mais rápido possível.

Observação importante: Quando se trata de comentários polêmicos o ideal é filtrar, pois muitas pessoas acabam criando situações desnecessárias.

Engajamento é tudo, por isso é muito importante a fanpage da empresa interagir com seus fãs. As curtidas, comentários e compartilhamentos são essenciais para alcançar mais pessoas. Enfim, uma fanpage existe para haver interação da marca/empresa com o público. “Reage. Bota um cropped!”

Aliás, fique de olho nas tendências, internet é movimento e se atualiza todo o tempo, com novos assuntos, memes, porém use sempre o bom senso e capriche na sua fanpage.

Diante de tudo isso fica claro que os detalhes fazem a diferença, certo?

Então se você precisa de ajuda com sua fanpage ou deseja melhorar seu engajamento, vem com a Imidiata!

Já estamos há mais de 10 anos no mercado, contamos com uma equipe especializada e preparada para te ajudar.

 

Clique aqui para conversar com a gente ou nos chame clicando no botão do WhatsApp, aqui no site.

Gostou desse artigo? Leia mais conteúdos como esse em nosso blog e acompanhe a gente nas mídias sociais: Instagram / Facebook / Linkedin / Behance.