Logo Imidiata Comunicação

Artigos / Abril, 2022

Marketing na área da saúde: estratégias e cuidados essenciais

O marketing é um processo social e gerencial, que visa entender o mercado e seus clientes, mas não é apenas propaganda, é uma ciência que tem como objetivo conquistar e manter seus clientes.



O marketing é um processo social e gerencial, que visa entender o mercado e seus clientes, mas não é apenas propaganda, é uma ciência que tem como objetivo conquistar e manter seus clientes.


E o marketing na área da saúde estimula a melhoria nos serviços, o que aumenta a satisfação e conforto aos pacientes. A saúde é uma área que compreende muito mais que serviços, envolve salvar vidas e cuidado com as pessoas, além de ser muito competitiva. No entanto são necessários alguns critérios éticos para aplicar as técnicas de marketing, algumas regras, mas para desmistificar continue a leitura e confira a importância, estratégias e benefícios do marketing para a área da saúde. 

 

O que é Marketing na área da saúde?

O marketing na área da saúde é um conjunto de estratégias para alcançar mais clientes, é usado por clínicas, consultórios, hospitais, laboratórios, farmácias, fornecedores e outras empresas do setor.


O destaque na área da saúde é o relacionamento, que pode impactar positivamente ou não. Quando há recomendação de muitas pessoas torna-se até uma referência e isso faz aumentar a procura.


Dessa forma, o marketing digital na saúde é uma técnica essencial para alcançar os melhores resultados e assim como em outra área garante e firma a presença on-line, construindo um relacionamento de confiança.


Investir em ações de marketing na saúde, levando conteúdos relevantes e de qualidade é fundamental para bons resultados, impulsionando seu crescimento no mercado. Ou seja, o marketing na área da saúde é uma estratégia consolidada, que usa métodos para alcançar mais clientes, adequando-se às preferências e exigências do mercado, que inclui o serviço, processo de pesquisa, o atendimento, divulgação e pós-venda.

 

Qual a importância do Marketing na área da saúde?

O marketing é uma ferramenta muito importante na área da saúde, assim como é em qualquer outra área.


O marketing na área da saúde atua como um estimulador e aprimorador, voltado para a satisfação e comodidade dos pacientes, atuando para identificar as necessidades ligadas à saúde das pessoas, pois é uma área que envolve bem-estar e qualidade de vida. Isto é, promove melhorias nos serviços prestados, proporcionando conforto e segurança dos seus pacientes.


É um investimento importante, afinal com o marketing é possível informar, atrair, conscientizar e fidelizar os clientes, usando diferentes técnicas para isso.

 

As Estratégias

O marketing direcionado à saúde também precisa ser promovido e o primeiro passo é definir suas estratégias. Por isso é necessário começar conhecendo seu público, para assim descobrir qual a melhor forma de se comunicar com ele.
Ou seja, é importante ter um planejamento estruturado para aplicar sua estratégia.


O público – é preciso conhecer o perfil do público, pesquisando e o analisando, para identificar a linguagem e canais para direcionar ações assertivas.
A persona – definir uma persona, que representará o cliente ideal.
Objetivo – identificar o objetivo principal para direcionar as ações, linguagem e conteúdo.
Após essa etapa de identificação, trabalhar as estratégias, levando informações com conteúdos significativos. As principais estratégias são:


•    Redes Sociais
Estar presente nas redes sociais é o básico para o marketing na saúde, isto é, ter um canal para apresentar seu espaço, profissionais e o trabalho, sempre mantendo a página atualizada, com conteúdo interessante, direcionando por exemplo, publicações rápidas para o atrair o topo do funil e conquistar novos leads.


•    Site
O site é a principal forma de entrada digital para a empresa, é fundamental para ganhar destaque e dar credibilidade, além de ser uma plataforma que apresenta todos os serviços e informações relevantes, com conteúdos, formas de contato e endereço. Também é relevante para que os internautas encontrem a empresa no maior site de buscas, o Google.


Além disso, é importante que o site tenha uma URL amigável, tenha velocidade de abertura, imagens em formato web, blog, uso de palavras-chave, site responsivo e blindado, aumentando assim as chances de melhor ranqueamento.


•    Blog
O blog é um dos conteúdos mais informativos e completos, com os conteúdos mais aprofundados, que são apresentados dentro do site. É uma estratégia que pode ser usada em todas as etapas do funil, topo, meio e fundo.


É uma fonte de pesquisa, na qual as pessoas acessam em busca de informações otimizadas sobre variados assuntos de interesse, por isso é imprescindível que o conteúdo seja rico e confiável, aliás isso, junto ao correto uso de palavras-chave ajudará a ranquear nas buscas e ajudará no engajamento.


•    E-mail Marketing
Uma ótima ferramenta usada para contato e relacionamento com os clientes, que serve como lembrete, informativo, promocional, convite, para lançamentos ou orçamentos. É um importante canal para usar em uma base de leads e que ajuda a facilitar o acesso à informação, é uma abordagem mais próxima.


•    Links patrocinados
São anúncios pagos nas redes sociais e mecanismos de busca, um investimento em plataformas como Google e Facebook Ads, direcionado ao público-alvo.


Eles aceleram resultados, é uma ação que gera resultados mais rápidos do que os orgânicos, que também são necessários e complementares.


•    Inbound Marketing
É uma estratégia que utiliza várias ferramentas visando atrair potenciais clientes, mas de uma forma menos invasiva, buscando conquistar a permissão de comunicação direta, para então desenvolver um relacionamento, que vai se refinando até chegar à venda.


A principal estratégia do Inbound marketing é o marketing de conteúdo. Com ele é possível levar conteúdos significativos e de qualidade, que atendam às necessidades dos clientes e isso ajuda a ganhar mais visibilidade e confiança, aumentando a oportunidade de conquistar mais clientes.


Ao mostrar-se um especialista do segmento, gera-se mais valor e autoridade à marca.


•    Mais canais de comunicação
Considere plataformas de redes sociais, como: Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn, além de contar com o WhatsApp.


Aumentar os canais de comunicação, aproveitando essas ferramentas ao máximo e não apenas para divulgação de conteúdos e demais ações, mas também para facilitar as experiências, interagir e solucionar questões, como agendamento on-line.


•    Ferramenta de automação
Sistemas de automação de marketing oferecem vários benefícios, como facilitar processos operacionais do dia a dia, atendendo e agilizando as demandas mais simples e permitindo a dedicação em atividades estratégicas, de análises e melhorias. Além disso é uma forma mais barata e automática para realizar atividades, economizando também tempo e dedicação, otimizando os processos da melhor forma. 

Através das estratégias é possível conquistar os objetivos, mas atenção que para o marketing na saúde há limites.

 

Código de Ética

O marketing é uma eficiente ferramenta para divulgação e entrega de conteúdos de qualidade para a área da saúde, buscando audiência e fidelização de clientes, a questão é que é preciso tomar alguns cuidados, respeitando o código de ética.
De acordo com a Resolução CFM Nº 1.974/2011 do Conselho Federal de Medicina, para a prática do marketing médico, existem algumas normas que devem ser seguidas, indicando o limite entre a propaganda e a ética profissional.
Principais regras:


•    Não usar imagens de pacientes para divulgar promoções;
•    Não usar expressões como “único”, “melhor”, “mais capacitada”; 
•    Não prometer resultados;
•    Não divulgar comparativos, com antes e depois;
•    Não divulgar promoção de equipamentos;
•    Não divulgar ou mencionar preços e formas de pagamento;
•    Não divulgar técnicas não comprovadas cientificamente;
•    Não fazer selfies no local de trabalho.

Ou seja, quando se trata de marketing para saúde, deve-se ter cautela, respeitando as normas para evitar maiores problemas. Mas é claro, que com as estratégias certas o marketing na saúde proporciona ótimos resultados, entregando muito benefícios.

 

Benefícios

Partindo de um bom planejamento as estratégias proporcionam muitos benefícios às empresas de saúde, clínicas, para os profissionais e também para os pacientes.


Principais benefícios:
•    Oferece acesso à informação de qualidade;
•    Aumenta a visibilidade, atraindo mais clientes;
•    Mais autoridade em seu nicho de mercado e reconhecimento da marca;
•    Fideliza clientes/pacientes;
•    Conscientiza seu público;
•    Permite acesso mais fácil aos pacientes;
•    Melhora o relacionamento com o público;
•    Monitora resultados já a curto prazo;
•    Segmentações específicas;
•    Integração com mídias tradicionais.

 

Com os diversos benefícios o marketing em saúde contribui para o crescimento da marca, em seu segmento como um todo e principalmente oferecendo melhoria de experiência para seus clientes.


O marketing para área de saúde já é utilizado por muitos profissionais e empresas e quem ainda não o faz está perdendo grandes oportunidades, além de ficar atrás dos concorrentes, nesse mundo tão competitivo.


E aí quer colocar tudo isso em prática, mas acha muito complexo? Então conte com a gente! A Imidiata possui uma equipe preparada para executar as melhores estratégias para a sua empresa.


Fale com a gente clicando aqui ou nos chame clicando no botão do WhatsApp, aqui no site.


Aproveite e confira mais artigos interessantes sobre esse universo do marketing digital aqui no nosso blog e acompanhe também nossas mídias sociais: Instagram / Facebook / Linkedin / Behance.